St. Louis: nossa próxima parada na Rota 66

InícioEstados UnidosSt. Louis: nossa próxima parada na Rota 66

Se você leu o nosso último post, sabe que passamos um super perrengue na hora de retirarmos o nosso carro e, por isso, atrasamos a nossa chegada em St. Louis. Era pra gente ter chegado mais ou menos na hora do almoço e dado uma volta pela cidade , mas com toda a demora mais o fato de que pegamos um super trânsito saindo de Chicago, a gente chegou no nosso Airbnb quase meia noite.

Estávamos exaustos e não queríamos perder o único dia que teríamos para conhecer a cidade, então tentamos descansar o máximo possível. Para quem quiser conhecer as principais atrações de St. Louis e tiver com mais tempo que a gente, vale a pena ver esse PDF que tem tudinho.

Onde ficar em St. Louis

St. Louis é uma cidade relativamente pequena e fácil de se locomover. A gente pegou um Airbnb em um bairro mais residencial da cidade e conseguimos facilmente estacionar no centro da cidade em um local pago (esquece essa ideia de estacionar gratuitamente nos EUA).

Se você não quiser ficar longe do centro, vale a pena alugar um quarto de hotel perto do Gateway Arch, que fica em uma região bem bonita da cidade. Ah, e se você estiver buscando um hotel mais de luxo, aproveite para ficar em um aqui, pois eles são mais baratos e também porque você vai ter que ficar um bom tempo. Veja as melhores opções de hoteis em St. Louis aqui:

Booking.com

É bem visível que o centro da cidade passou por uma grande revitalização: está tudo novo e muito bem cuidado.

St. Louis e a Rota 66

A Rota 66 é uma das estradas mais famosas do mundo e o sonho de muita gente. Criada em 1926, ela foi de fundamental importância no movimento que aconteceu nos anos 30 de migração para a Califórnia. Embora a rodovia original não mais exista em muitas partes do país, ainda é possível fazer um roteiro que se aproxime ao original.

Old Chain of Rocks Bridge

Esta ponte é bastante famosa, já que é uma ponte feita em um ângulo de 30 graus. Ela fez parte da Rota 66 por 3 décadas, mas hoje está interditada para carros. O nome se deu devido a uma série de corredeiras rochosas chamada Chain of Rocks, que fazia com que essa região fosse muito perigosa para navegação. As rochas só não são mais visíveis porque foi construída uma barreira que fez com que as rochas ficassem cobertas.

Fonte: https://www.flickr.com/photos/26329029@N06/8932101910

O ângulo não foi planejado. A ideia, inicialmente, era fazer uma ponte reta, mas não foi possível: o local escolhido para a elevação das vigas não era seguro o suficiente, então a solução foi fazê-la curvada. Nos anos 70 ela foi interditada, pois já estava velha, sem reforma e não atendia às exigências da época. Ela só não foi demolida porque não era mais viável financeiramente.

Gateway Arch National Park

Para a maioria das pessoas, pensar em St. Louis é pensar no Arco. Não tem jeito. Construída nos anos 60, ela é um dos ícones americanos e foi construída (e projetada pelo finlandês americano Eero Saarinen) nessa região com o objetivo de revitalizá-la (algo que continua até os dias de hoje).

Nesse projeto, a ideia era não apenas criar o arco, mas o Parque Nacional, que também incluía a antiga prefeitura “Old Courthouse”, famosa por ter sido onde Dred Scott conseguiu a sua liberdade e também onde a sufragista Virgina Minor processou o governo a favor do direito das mulheres a votar.

É possível subir o arco e a vista de lá é incrível, especialmente porque é possível entender melhor o projeto que foi feito em conjunto com o Old Courthouse. Você vai entrar em um pequeno elevador até chegar ao local onde você conseguirá ter uma vista super panorâmica de St. Louis. A cada 10 minutos há um elevador saindo e o trajeto dura cerca de 3 minutos.

Se você estiver colecionando os carimbos dos parques nacionais dos EUA, aqui também tem. É só comprar o seu carimbo na lojinha do arco. 🙂

Para comer:

Para comer, nós decidimos visitar um lugar perto do nosso Airbnb, que se chamava Urban Chestnut. A gente amou a comida (que era bem estilo alemão) e as cervejas. O ambiente era bem descontraído e nós pudemos ficar na área de fora com o nosso cachorro. Valeu a pena!

O endereço é: The Grove Bierhall

4465 Manchester Avenue
St. Louis, MO 63110

Booking.com
 
Deise de Oliveira
Deise de Oliveirahttp://viagempelomundo.com/
Doutora em Literatura russa, viajante compulsiva e fotógrafa de cães no Spitz Fotografia Pet. Criadora do Viagem pelo Mundo, já estudou em Moscou e morou na França. Adora mergulhar, fazer agility com o Wurst (seu spitz alemão) e uma cervejinha com os amigos. Siga-a nas redes sociais: Facebook Twitter

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

 
 
Doutora em Literatura russa, viajante compulsiva e fotógrafa de cães no Spitz Fotografia Pet. Criadora do Viagem pelo Mundo, já estudou em Moscou e morou na França. Adora mergulhar, fazer agility com o Wurst (seu spitz alemão) e uma cervejinha com os amigos. Siga-a nas redes sociais: Facebook Twitter