Loop: o metrô elevado de Chicago

InícioChicagoLoop: o metrô elevado de Chicago

Se você já é das antigas aqui no Viagem pelo Mundo, sabe que a gente foge de aluguel de carros em cidades grandes como Chicago. Isso porque a combinação de trânsito, dificuldade de estacionar na rua e estacionamentos pagos caríssimos fazem com que a viagem se torne bastante estressante.

E, por isso, nessa nossa viagem a Chicago (que seria o ponto de partida para a Rota 66 que faríamos com o nosso cachorro), ficaríamos hospedado em uma região mais central para conseguirmos nos locomover com mais facilidade.

Como não queríamos deixar o Wurst sozinho, queríamos ter a liberdade de visitar os museus um de cada vez enquanto o outro ficava com o peludo (escolhas pessoais, gente…cada um na sua, ok?) e ficar em um local mais central e bem pertinho de uma estação do Loop foi maravilhoso.

É bem provável que se você quiser visitar as partes mais conhecidas de Chicago, o Loop resolva boa parte do seu problema (e até mesmo de levar até o aeroporto).

A gente sempre que tinha que ir para algum lugar mais distante olhava primeiro se existia a opção de ir de metrô, pois era muito prático e tem vistas bacanas da cidade. A gente até andou com o Wurst (em uma bolsa) e não tivemos problema algum.

O pessoal de Chicago chama esse metrô carinhosamente de “L” (de elevated ou elevado em português), já que ele é quase todo elevado, pois não seria possível fazê-lo submerso em muitos pontos da cidade devido à proximidade com a água.

E você? Já foi pra Chicago? Aproveitou a facilidade do The Loop? Conta aqui para a gente. 🙂

Informações:

Compre o Ventra card e adicione quantas viagens você achar necessário. A viagem única custa 2,50 dólares e há também opções de Day Pass, em que você pode usar o Loop quantas vezes quiser.

Baixe os mapas do loop aqui.

Booking.com
 
Deise de Oliveira
Deise de Oliveirahttp://viagempelomundo.com/
Doutora em Literatura russa, viajante compulsiva e fotógrafa de cães no Spitz Fotografia Pet. Criadora do Viagem pelo Mundo, já estudou em Moscou e morou na França. Adora mergulhar, fazer agility com o Wurst (seu spitz alemão) e uma cervejinha com os amigos. Siga-a nas redes sociais: Facebook Twitter

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

 
 
Doutora em Literatura russa, viajante compulsiva e fotógrafa de cães no Spitz Fotografia Pet. Criadora do Viagem pelo Mundo, já estudou em Moscou e morou na França. Adora mergulhar, fazer agility com o Wurst (seu spitz alemão) e uma cervejinha com os amigos. Siga-a nas redes sociais: Facebook Twitter